17 agosto, 2010

Não Tenho Pressa




Não tenho pressa. Pressa de quê?
Não têm pressa o sol e a lua: estão certos.
Ter pressa é crer que a gente passa adiante das pernas,
Ou que, dando um pulo, salta por cima da sombra.
Não; não sei ter pressa.
Se estendo o braço, chego exactamente aonde o meu braço chega -
Nem um centímetro mais longe.
Toco só onde toco, não aonde penso.
Só me posso sentar aonde estou.
E isto faz rir como todas as verdades absolutamente verdadeiras,
Mas o que faz rir a valer é que nós pensamos sempre noutra coisa,
E vivemos vadios da nossa realidade.
E estamos sempre fora dela porque estamos aqui.

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"
Heterónimo de Fernando Pessoa

12 comentários:

manuela baptista disse...

Linda

não tenha pressa não!

para apressado basta o tempo
e nós vêmo-lo passar

vadios

que a vadiagem
é o melhor ser e estar

muitos beijinhos

manuela

AC disse...

Mestre Alberto Caeiro, que excelente escolha!

Beijo :)

Jaime Latino Ferreira disse...

PRESSA E NÃO PRESSA


Eu tenho pressa
porque se só toco onde toco
não toco onde penso
e para chegar ao que penso
por mais que toque
não venço

Mas se já toco onde toco
para quê ter pressa
se penso


Não tenha pressa, querida Linda, e goze o momento que passa!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Agosto de 2010

Í.ta** disse...

eu amo esse caeiro!
legal você trazê-lo para cá.

beijos.

Ana Martins disse...

Boa noite minha amiga,
também não tenho pressa, tudo tem o seu tempo e a pressa é inimiga da perfeição.

Deixo um beijinho terno,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Saozita disse...

Estimada Linda, pressa para quê?
Mestre Caeiro, é uma excelente escolha, para transmitir a mensagem, do quanto imagino que te estás a sentir bem, dos momentos que vives... não tenhas pressa de forma a sentires os perfumes da vida! Muito bonito este poema.

Continuação de umas belas e boas férias.

Beijinhos

Marcos Dhotta disse...

Caríssima!

Pra que pressa?
Se o tempo e a maré não esperam por ninguém!?

Estava com saudades de ver-te por lá, no catrevagens...

Obrigado pelo carinho.

J. Ferreira disse...

Pressa?
Depressa e bem, não há quem...
Logo, devagar é o lema!
Fora da realidade, só com Utopia,
ou talvez não.
Vadiar pela realidade, nunca.

rouxinol de Bernardim disse...

Não vale a pena ter pressa, querida... a natureza caminha a passsos certos e bem definidos, para quê adulterar as coisas, ir depressa demais?

Os índios (alguns) dizem que não devemos correr demais, pois a alma pode ficar para trás!!!

Será que têm razão?!

Saozita disse...

Linda, passo para te desejar um resto de bom Domingo e uma boa semana que se avizinha.
Desejo que as férias continuem a ser óptimas e aprazíveis!
Fica bem amiga.

Bjs

Saozita

Dulce AC disse...

"Não tenho pressa"

não tenho mesmo
bem não obstante alguns dias corro

muito bonito..!

Um beijinho para dois amigos num grande abracinho (Olá Linda e José!)

dulce

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Concordo. Deixar que as coisas aconteçam mais ao natural, fluiindo livres,sem atropelos, é bem melhor para se viver. Beijos, Linda