26 agosto, 2010

Hoje


Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.


Odes/Ricardo Reis / Fernando Pessoa

Foto de meu arquivo pessoal/ santuário de Fátima- Portugal

13 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Ode em Réplica a Ricardo Reis


Tento ser como tu dizes
assim
por ti no que escrevo
dou-me inteiro
como jasmim em canteiro
e se brilho como a Lua
a luz é do Sol
sendo tua


Querida Linda,

Com que então já foi a Fátima ...!

Beijinhos grandes


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 26 de Agosto de 2010

Sergio disse...

Sabias que és um dos meus amig@s? Venho agradecer-te por existires e seres um del@s...! Se vais ao meu blog saberás a que me refiro... e se queres levas contigo o regalo que, com muito carinho, está pensado para pessoas como tu...!
Mereces mais..., mas é o melhor que posso dar-te hoje... És um presente para mim... E é o que eu posso oferecer-te, hoje, a ti... El Puente

Um abraço.

Sergio

Ana Martins disse...

Boa noite minha boa amiga,
muito certo este pensamento de Fernando Pessoa, grata pela partilha!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Í.ta** disse...

que linda foto!

para tão bons versos de pessoa!

abraços.

Jorge de Siqueira disse...

O extremo de tudo está em nós mesmos. Sonhos, desejos, tudo. Vejo que és tu, mesma, que vive tua vida. Andar com os próprios passos é magnífico. Beijo...

Enaide Alves disse...

Amiga, você é um luxo só.
sempre primando pela qualidade

Tento ser como tu dizes assim.

KKKK tô lutando.

Beijos

manuela baptista disse...

e hoje

mais uma vez a lua brilha

num quarto decrescente
de luar

mas crescente é este hoje
em que se adivinha

a luz do teu olhar!

Lindinha!!!!!

beijos

manuela

O Profeta disse...

Só, sou ilha plantada no Oceano
Açoitada por ventos de paixão
De manto verde me deito em seu colo
Esperando descobrir na bruma o rosto da contradição

Descobri uma singela e simples coisa
No meio daquilo que pensei ser mágoa
Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua...


Doce beijo

meus instantes e momentos disse...

que bom teu blog.
Maurizio

Saozita disse...

Olá Linda, lindo poema de Ricardo Reis ( Fernando Pessoa ), é sem dúvida um mestre da língua portuguesa! Fátima é um local místico, sentimo-nos lá bem.

Tem uma boa semana.

Beijinhos

Sãozita

Ana Martins disse...

Boa noite Linda,
voltei para dizer que no meu Álbum de Recordações há um miminho para si.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Freddy Simões disse...

Chega um determinado momento na vida em que não nos conformamos mais com a mediocridade imposta. Queremos nos sentir plenos, inteiros em tudo que fizermos! Mas para fazer jus a essa plenitude, é preciso ter cabeça para desatar alguns nós! Como já disse o poeta Vinícius de Moraes, "quem de dentro de si não sai, vai morrer sem amar ninguém".

"Se você obedece a todas as regras, acaba perdendo a diversão" (Bob Marley)

Giardia disse...

Nossa! vc conhece Portugal? que lindo!!


Boa noite!