08 abril, 2009

Cidade Grande-Petrúcio Amorim




Cidade grande, moça bela
Tu tens o cheiro da ilusão
Quem passou na tua janela
Já conheceu a solidão

Cidade grande
Chaminé de gasolina
Foi minha sina
Nos teus braços vir parar
Tua grandeza
Me levou a um delírio
Feito um colírio
Clareando o meu olhar
Cidade grande
Paraíso da loucura
Quem te procura
Feito eu vim te procurar
Sofre um bocado
Pra entender o teu mistério
Falando sério
Foi difícil acostumar (Refrão)

Teu movimento
Eu comparei a um formigueiro
De tão ligeiro
Comecei a imaginar
Meu Deus do céu
Como é que a felicidade
Nessa cidade
Acha um espaço pra morar
Minha tristeza
Rejeitou tua alegria
Num belo dia
Quando eu pude perceber
Que o progresso
É que faz do teu dinheiro
Um cativeiro
Onde se mata pra viver

Quando eu olhei
A água preta do teu rio
Um calafrio me subiu ao coração
Fiquei com medo
De algum dia o oceano
Achar um plano
E se vingar na traição
Cidade grande
Se tu fosses minha um dia
Eu te mostraria
Como a abelha faz o mel
Mas quem sou eu
Apenas um simples poeta
Que vê a vida
Com os olhos para o céu

2 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Linda Simões

Que cantinho aconchegante de se visitar,ler e sentir tua alma poeta, meus cumprimentos para voc6e. Não encontrei o Link para ser uma seguidora de seu espaço, mais fica o convite para visitar meus dois Blogs de poesia, e ser uma seguidora,
Efigênia Coutinho

EU SOU UM ETERNO VIR - A - SER ... disse...

Esse teu blog é um carinho na alma visse!!! Grande Petrucio Amorim...
Essa musica me traz resgates de um tempo bom, muito bom. Saudades!