11 dezembro, 2008

Quando o Sol bater na janela do teu quarto- Renato Russo


Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só.

Por que esperar se podemos começar tudo de novo
Agora mesmo
A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance
O sol nasce pra todos
Só não sabe quem não quer.

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só.

Até bem pouco tempo atrás
Poderíamos mudar o mundo
Quem roubou nossa coragem?
Tudo é dor
E toda dor vem do desejo
De não sentirmos dor.

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só.

2 comentários:

António Castanheira disse...

Olá, Linda!
Bonito este poema.

Fico feliz por ti, sabendo que vais ter férias junto ao mar porque, sabes, adoro o mar e praia!

Não imaginas como anseio que chegue rapidamente o calor (lá para Maio/Junho). Neste momento os dias são pequenos (detesto isso), espero ansiosamente que os dias vão aumentando...

Um bom fim-de-semana!

Um abraço de além-mar.
António

Socorro disse...

Acho que Renato Russo foi um dos maiores poetas do mundo!!!Adoro!!
Estou com saudades de você,minha amiga!
Bjão.Côca de Branca.