03 fevereiro, 2011

Olhar



http://somethingformypleasure.blogspot.com ( Tela de José Ferreira- Portugal )



"A representação das coisas que amamos chega inesperadamente com o reflexo da luz num copo, com o toque de um casaco de lã, com o cheiro de um churro quente acabado de fritar..."



Manuela Baptista - Olhar

Histórias com mar ao fundo

11 comentários:

AC disse...

Linda,
A Manuela, para além do enorme talento, é sempre referência...

Beijo :)

avesemasas disse...

Ana amiga,
a representação das coisas que amamos, está quase sempre no que é mais simples.

Beijinho,
Ana Martins

manuela baptista disse...

Lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

reflexo de sol é o teu olhar

e não há nuvem, chuva ou vento forte

que o possa toldar!

um grande abraço

manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

LINDA SIMÕES


Querida Amiga,


A representação das coisas que amamos
é como olhar um quadro
onde estamos


Beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 4 de Fevereiro de 2011

Í.ta** disse...

ficou muito bom isto! que frase! a representação das coisas. ótemo.

bjs

Saozita disse...

Linda, obrigado pelo teu carinho no meu blog, tenho andado sumida da blogosfera por via do trabalho que me rouba todo o tempo. Mas há-de melhorar.
Gostei da frase que ilustra a imagem, eu diria que as representações estão dentro de nós, e nós as projectamos consoante a nossa felicidade nos símbolos que nos rodeiam.

Tem uma boa semana.
Bjs
Sãozita

Maria João disse...

Linda

O olhar e a escrita da Manuela, têm uma cor diferente que torna a vida muito mais luminosa!

Um beijinho

victor simoes disse...

Linda, como estás?
Uma bela tela, que refelete o que vai na alma da artista. Como diz, " A representação das coisas que amamos chega inesperadamente(...)", e chega por via dos sentidos, algo que interiorizamos e ficou, marcas indeléveis que nos fazem reviver e sorrir para a vida.

Tem uma boa semana.
Bj

Ana Martins disse...

Ana, minha amiga,
Vim só deixar um beijinho!

Ana Martins

Ana Martins disse...

Boa noite Ana,
aqui, um mimo para ti.

Beijinho,
Ana Martins

Lusa Vilar disse...

É verdade, Linda!
Cada um dos nossos sentidos, juntos ou separados, nos leva a uma fascinante viagem pelas lembranças que guardamos de tudo e de todos nos nossos corações.
O cheiro então, esse é mágico. Arranca situações que já estavam bem no fundo do baú de nossa memória e novamente se materializam diante de nós.
E quando isso acontece, mesmo sabendo que se tratam apenas de lembranças, nos sentimos felizes pela emoções revividas.

Um beijo, conterrânea.