08 maio, 2010

Mãe...





...

Mãe!


Atuamos juntos na cena do parto
sem cobrar diária, seu ventre foi quarto
de hotel cinco estrelas, pra conforto meu
Mãe!
Sagrada pessoa, que só nos agrada
eu lhe dando o mundo, não seria nada
comparando a tudo que você me deu

Mãe!
Na graça ou desgraça, sorrindo ou chorando
no luxo ou na lama, perdendo ou ganhando
você me dá força, confiança e fé
Mãe!
Quando eu entro em crise, ou caio doente
todo mundo foge, você tá presente
me estendendo os braços, pra me ver de pé

Mãe!
Reserva de paz, fonte de energia
personagem impar, luz de estrela guia
alicerce humano, 100% forte
Mãe!
Rainha sem trono, guerreira sem farda
mulher com status, de anjo da guarda
Santa duas vezes, na vida e na morte.


Os Nonatos

11 comentários:

manuela baptista disse...

pelo dia das mães

aí, do outro lado do mar!

um beijo

Manuela

Ana Martins disse...

Feliz Dia das Mães Linda!

O poema está perfeito.

Um beijinho muito amigo,
Ana Martins

Gabriela Simões disse...

Amor mesmo existe na minha mãe,que faria qualquer coisa por mim! Amor mesmo, de verdade, é só esse que temos no espírito e nunca se apaga, nas vidas todas que ainda virão!

aha!

BEIJO MÃE!

Ione Coutinho disse...

Lindo demais, quanta sabedoria exprime esse poema,
amei!
Abraços,
Ione

O Profeta disse...

Hoje ofereci as cores da minha paleta
A uma amiga na sua dor
Ouvi seu choro ao meu ouvido
No fatalismo do desamor

Hoje o sono acordou-me
A nostalgia agitou suas asas cinzentas
Esqueci no acordar o ultimo abraço
E contei as nuvens que eram tantas


Doce beijo

Brancamar disse...

Enternecedor poema à mãe, Linda.

Gostei muito e gostei de ver que é de Pernanbuco.

Tenho outra amiga blogosférica daí também ligada ao ensino e vejo que Pernanbuco produz mulheres de eleição.

Um beijinho para si.
Branca

Marcos Dhotta disse...

Ah! Os Nonatos... Poetas do repente, que de repente, criaram um estilo novo de cantar. Essa letra é fantasticamente "Linda". Letra de raiz. Raiz que faz lembrar as mães de nossa terra: As Bernadetes, Angelitas, Lindas, Dagmares, Socorros...Enfim, todas!

Não tem poesia melhor que essa para contemplar as mães!

Abraços....

victor simoes disse...

Olá Querida amiga. Espero e desejo que tudo esteja bem contigo.
Bonita homenagem à mãe, " quem tem mãe, tem tudo.Quem não tem mãe não tem nada" - As mães, merecem concerteza todo o carinho que lhes possamos demontrar e dar.

Um bom Domingo para ti e para os que te são queridos.

Bjs

Brancamar disse...

As teclas não se entendem comigo ou eu com elas e já vi que no meu comentário anterior cometi uma gralha: Pernambuco, distraídamente pus-lhe dois n(s).
Eu sou daquelas pessoas para quem o deslizar da caneta numa folha de papel é inspirador, embora faça muitas coisas directamente no computador, mas o mote vem sempre do papel, não sei se é inconscientemente ou por ter dedos grossos,:) que frequentemente cometo falhas destas a teclar. Peço desculpa.
Gostei de a ver lá pelo meu sítio.
Deixo beijinhos e votos de uma boa semana.
Branca

José disse...

Olá Linda, gostei muito do seu blog,bonita homenagem à mãe este tema parabéns, pela escolha e pelo seu blog.

Um abraço

maybe disse...

I'm appreciate your writing style.Please keep on working hard.^^