19 setembro, 2009

O amor - Caetano Veloso


Talvez, quem sabe, um dia
Por uma alameda do zoológico
Ela também chegará
Ela que também amava os animais
Entrará sorridente assim como está
Na foto sobre a mesa
Ela é tão bonita
Ela é tão bonita que na certa
eles a ressuscitarão
O século 30 vencerá
O coração destroçado já
Pelas mesquinharias
Agora vamos alcançar
Tudo que não podemos amar na vida
Com o estrelar das noites inumeráveis
Ressuscita-me
Ainda que mais não seja
Porque sou poeta e ansiava o futuro
Ressuscita-me
Lutando contra as misérias do cotidiano
Ressuscita-me por isso
Ressuscita-me
Quero acabar de viver o que me cabe
Minha vida
Para que não mais exista amores servis
Ressuscita-me
Para que ninguém mais tenha
De sacrificar-se por uma casa ou um buraco
Ressuscita-me
Para que a partir de hoje
A partir de hoje
A família se transforme
E o pai
Seja, pelo menos, o universo
E a mãe
Seja, no mínimo, a terra
A terra, a terra


Letra-Mayakovsky
imagem- internet

14 comentários:

Marcos Dhotta disse...

Como sempre, a sensível Linda Simões fazendo com que amemos sempre mais... Um abraço minha querida!

manuela baptista disse...

É este, Vladimir Mayakovsky dos meus tempos vermelhos?

Das "Bandeiras nas Torres"?
Há muito tempo que não me encontrava com ele...

Lindo poema!
Já que Caetano é sempre bonito para mim.

À Linda

um beijo

Manuela Baptista

Ana Martins disse...

Linda escolha, gostei de ler!

Beijinhos,
Ana Martins

. Paulo . Intemporal . disse...

. Caetano, sempre Caetano .

. um mito que se atarda onde nunca a tarde acaba .

. "amei.de.amar" .

. deixo um beijo, sempre sentido .

Luis F disse...

Uma bela partilha

Gostei muito dr ler

Parabens
Luis

Everson Russo disse...

Ai que lindo, que delicia esse amor...obrigado pelo seu carinho querida,,,beijos e um sabado lindo....

Alegria Joie Joy disse...

Só em ler a letra e ouço Caetano, falar o que?

Beijos

E bom fim de semana em Olinda?
Não sei.

Everson Russo disse...

Uma semana maravilhosa pra ti querida...beijos na alma.

'Maryanna Gomes' disse...

Madrinha, seu blog ta ó 10!!

Ricardo Calmon disse...

Uma ode ao amor sentido e vivido,blog seu,me tocou,elevou,até Bach cheguei a ouvir ,em ler texto poético esse!

Bzu mãos suas,Senhora Poeta!

Viva Vida!

Graça Pereira disse...

É apaixonante! Um beijo grande Graça

Valdemir Reis disse...

Olá Linda.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

Freddy Simões disse...

Esse belo poema de Vladimir Mayakovsky foi musicado de forma magistral por Caetano. É uma muito tocante mesmo. O registro de Gal Costa é o mais bonito! Inclusive, a canção foi gravada primeiramente por ela!

G I L B E R T O disse...

Linda

Lindo poema de Maiakovsky!!!

Parabens pelo post e pelo belissimo gosto poético!

Abraços