14 julho, 2009

4 comentários:

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

Paulo disse...

"

olha

"

foi um enorme prazer vir encontrar esta música linda linda linda

aqui.

um bom final de semana.

:)

Susana Simões disse...

Que música tão linda :)
Gostei muito...

Obrigada pelos comentários, apareça sempre.

Um beijo,
Susana

Ana Martins disse...

Linda música, adorei!


Beijinhos,
Ana Martins